amianto abril2015A Quercus questionou a Secretaria de Estado do Ensino e da Administração Escolar sobre as intervenções em amianto, considerando a interrupção letiva a decorrer (férias de verão), período adequado para remover os materiais contendo amianto, nas situações consideradas de risco.

A Quercus alertou ainda esta Secretaria de Estado para os requisitos e pormenores relacionados com o manuseamento de materiais e o destino final dado aos resíduos contendo amianto removidos dos edifícios escolares.

Recordamos que, na “Lista dos Edifícios públicos presuntivamente contendo amianto” disponível no Portal do Governo, o Ministério da Educação e Ciência apenas identificou os materiais de fibrocimento. Isto leva a que todas as intervenções realizadas até agora em edifícios escolares tenham sido apenas em coberturas, conforme é possível verificar pela Comunicação deste Ministério, emitida no passado dia 19/01/2015, intitulada por “Concluída Remoção das Coberturas de Fibrocimento de 300 Escolas do Ensino Básico e Secundário”, no âmbito do Programa de Remoção Faseada das Coberturas de Fibrocimento.

A Quercus reforça que este “Levantamento não está concluído e o que foi realizado não é suficiente, facto que já levou esta associação a apelar o Primeiro-Ministro para a necessidade de definir um Plano de Ação Nacional para o Amianto, calendarizado quanto à monitorização regular a efetuar e às ações corretivas a executar, incluindo as situações que se aplique a remoção dos materiais contendo amianto, em consonância com as medidas adequadas para dar cumprimento ao “Levantamento” definido.

Share
No mês passado Março 2019 Próximo mês
D S
week 9 1 2
week 10 3 4 5 6 7 8 9
week 11 10 11 12 13 14 15 16
week 12 17 18 19 20 21 22 23
week 13 24 25 26 27 28 29 30
week 14 31

Quercus TV

       

 

Espreite também a Quercus TV.

 

 

Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb