Quercus elege novos Órgãos Sociais

Paulo do Carmo eleito presidente para os próximos dois anos

 

A Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza realizou, no dia 30 de Março, em Coimbra, uma Assembleia Geral onde foram eleitos os membros dos novos Órgãos associativos nacionais (Direção Nacional, Mesa da Assembleia Geral, Conselho Fiscal e Comissão Arbitral), para um mandato de dois anos.

 

Apresentaram-se às eleições da Quercus duas listas candidatas, a Lista A, encabeçada por Paulo do Carmo para Presidente da Direção Nacional e, a Lista B, que apresentava como candidata Marta Leandro.

 

No final do processo eleitoral que decorreu durante a tarde deste sábado, foi eleita a Lista A para todos os Órgãos Sociais da Quercus, sendo que para a Direção Nacional, o órgão executivo da Associação, a Lista A teve um total de 226 votos, contra os 59 votos da Lista B.

 

Esta vantagem representou uma sólida vitória da Lista A nestas eleições, com cerca de 79% dos votos totais válidos apurados, num processo que contou com a participação de muitos sócios da Quercus de Norte a Sul do País.

 

Foi uma forte e inequívoca manifestação dos sócios da associação em relação ao projeto que querem ver implementado para o futuro e que melhor defende as políticas ambientais e de conservação da natureza.

 

Paulo do Carmo tem 53 anos, é licenciado em Direito com especialização em Direito do Ambiente e tem tido um papel ativo na associação há alguns anos, complementado o seu trabalho enquanto dirigente com a responsabilidade de coordenação do grupo de trabalho para a qualidade do ar e ruído.

 

Paulo do Carmo sucede assim, na Presidência da Direção Nacional da Quercus, a João Branco, que esteve no cargo dois mandatos, de Março de 2015 a Março de 2019. A nova Direção Nacional da Quercus, que tem como Vice-Presidentes Paula Silva e Nuno Sequeira, conta com João Branco como Tesoureiro, Pedro Santos como Secretário, Ricardo Nabais, Diogo Lisboa, Aline Guerreiro e Miguel Feio como Vogais. Jorge Reis, Elisabete Moura e Jorge Casaleiro, como Vogais suplentes, integram também esta nova Direção.

 

Numa primeira declaração após a vitória o Presidente agora eleito afirma a sua vontade de ”unir os sócios e trabalhar com uma visão de futuro, honrando o passado de 33 anos da Associação, as suas muitas conquistas e fortalecer a relação da Quercus com a sociedade, na defesa do ambiente e da sua sustentabilidade”.

 

Acrescentou ainda: “Projetar a Quercus na sociedade é projetar a maior Associação Nacional de Defesa do Ambiente, Conservação da Natureza e o desejo de um País mais sustentável e amigo dos recursos naturais”.

 

 

Coimbra, 30 de março de 2019

 

A Direção Nacional da Quercus - ANCN

 

 

 

Share
Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb