Quercus e Almáa Sintra Hostel assinalam Dia Mundial do Turismo com lançamento do Nature Sketching Tour


Por ocasião do maior encontro mundial sobre biodiversidade, a 11ª Conferência das Partes da Convenção da Diversidade Biológica na Índia, a Quercus em parceria com o Almáa Sintra Hostel, aproveitou o Dia Mundial do Turismo (a 27 de Setembro) para lançar o desafio da criação de uma nova atividade turística, focada no encontro com o património natural e a biodiversidade, o Nature Sketching Tour.

 

Posicionado algures entre o pedestrianismo, as visitas guiadas, a fotografia de natureza e o urban sketching, o Nature Sketching Tour ou circuito guiados de desenho da natureza, permite ao turista conhecer a paisagem através de um artista-guia e olhar com especial atenção e contemplação os elementos naturais característicos do local em visita. E claro, desenhar, mesmo que não tenha trazido os seus materiais.

O nature sketching é uma atividade que está a popularizar-se em vários países do Mundo e esta proposta não é alheia a um fenómeno com um número crescente de adeptos em Portugal: o urbansketching, que terá começado em Espanha, como uma espécie de mapeamento das ruas e casas da cidade pelo artista, para criar um olhar mais atento através do registo em caderno. Associado ao uso do diário gráfico ou diário de viagem, está cada vez mais divulgado é um excelente exercício para fruir e contemplar ativamente os espaços em que se vive.


"Desenhar a natureza pode parecer de alguma forma um voltar atrás na história, porque temos a fotografia e já passou o tempo de os nobres registarem as paisagens em telas durante as suas viagens", diz Telma Costa, do Grupo de Trabalho da Quercus em Desenho de Campo e Ilustração Científica" que tem promovido vários workshops na área. "Mas o registo ao ar livre, em esboço ou aguarela que não se pretende muito acabado ou sequer perfeito, obriga a observar muito mais atentamente as cores, formas e luz da natureza e a sintetizar de forma prática e pessoal o que se vê".


Sintra é o local ideal para lançar esta atividade. O hostel está inserido no Parque Natural Sintra-Cascais e perto do Palácio da Regaleira e da Vila de Sintra. "Gostaríamos que outros hotéis em todo o país promovessem este tipo de serviço; é ecológico, pode criar algum trabalho a artistas e ilustradores de natureza e pode também reverter para a conservação de valores naturais e serviços de ecossistema" refere Paula Silva, coordenadora do projeto Empresas e Biodiversidade na Quercus.


Esta iniciativa surge na continuidade do Biodiversity Check, ferramenta de apoio à gestão, desenvolvida no âmbito da Campanha Europeia Business and Biodiversity, e aplicado pela Quercus e pela Global Nature Fund em Portugal.


João de Mello, dono e gerente do Hostel ecológico Almáa Sintra refere "O Almáa foi a primeira unidade hoteleira de Portugal a fazer umBiodiversity Check, de onde saíram várias recomendações, entre as quais a de desenvolver a oferta de serviços associados à biodiversidade local. É interessante pensar que seremos provavelmente a primeira unidade hoteleira do mundo a fazer desconto para nature sketchers!"


Uma percentagem do valor por turista aderente será entregue à Quercus para ações de conservação da Micro-Reserva da Peninha, localizada no Parque Natural Sintra-Cascais. As Micro-reservas da Quercus foram distinguidas este ano com uma Menção Honrosa no âmbito Prémio BES Biodiversidade.


Lisboa, 27 de setembro de 2012

 

quercus almaa

 

Share

Quercus TV

 

Espreite também a Quercus TV.

 

 

Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb