Alterações climáticas | Quercus quer Lisboa e Porto como “cidades pelo clima”

A Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza solicitou uma reunião com cada um dos Presidentes das Câmaras Municipais de Lisboa e Porto para falar especificamente sobre o esforço extremamente relevante que estas duas autarquias poderão ter no combate às alterações climáticas.

pastedGraphic.pdf

Este trabalho de reduzir significativamente as emissões associadas à área do concelho e envolvente, pode ser conseguido através das capacidades de licenciamento da câmara e de intervenção em diversos domínios em particular no que respeita à mobilidade, mas também através do esforço próprio nas actividades do município. Esta iniciativa, no entender da Quercus, poderá ser coordenada com outras cidades à escala mundial e que o fizeram através do denominado Grupo de Grandes Cidades Líderes pelo Clima apoiado também pela Fundação Clinton, tais como Londres, Paris, Madrid, São Paulo, Nova Deli e Los Angeles.

 

Em causa está o desenvolvimento de uma política municipal que aposte ao nível das diferentes actividades de uma cidade, na conservação de energia, na eficiência energética e nas energias renováveis, proporcionando menores emissões de gases de efeito de estufa.

 

A selecção destes dois municípios prende-se com o efeito regional multiplicador que podem gerar, para além do papel no desenvolvimento de medidas em áreas como a conservação de energia em edifícios e os transportes.

 

O trabalho envolve a quantificação das emissões à escala local, o estabelecimento de metas de redução e respectivos prazos, a selecção das medidas mais custo-eficazes e os mecanismos de acompanhamento e monitorização. O papel das Agências de Energia de ambos os municípios deverá ser crucial.

 

Infelizmente o Programa Nacional para as Alterações Climáticas aprovado pelo Governo no passado mês de Agosto esqueceu um diálogo e uma interacção com as autarquias que são um elemento crucial em termos de políticas e medidas e que por isso devem entrar tão rapidamente quanto possível na coordenação e execução das múltiplas medidas presentes no Programa e de outras que podem perfeitamente vir a ser acrescentadas.

 

O objectivo é que em Setembro de 2007 ambos os municípios tenham já um plano preliminar para discussão pública com as principais medidas que se propõem vir a implementar. As medidas na área das alterações climáticas permitirão melhorias significativas também noutras áreas ambientais, nomeadamente ao nível do ordenamento do território, da qualidade do ar e ruído.

 

A Quercus dispõe-se a colaborar activamente com as autarquias de Lisboa e Porto, bem como com outros municípios interessados, na implementação dos objectivos a traçar, dentro das capacidades limitadas da associação.

 

Lisboa, 16 de Novembro de 2006

 

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------ 

 

EXPERIÊNCIA soundbyte PARA RÁDIOS

 

A Quercus vai passar a disponibilizar em formato MP3 um pequeno conjunto de declarações associadas a alguns comunicados que pode ser utilizado parcial ou totalmente pelas rádios interessadas.

 

O som

 

(efectuar download de http://sons.quercusancn.org/)

 

 

 

Share

Quercus TV

       

 

Espreite também o Quercus TV.

 

 

Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb