7 de Abril: XVI Jornadas do Ambiente da Quercus. Construção em Portugal ainda está longe de ser sustentável

A Quercus inicia amanhã, dia 7 de Abril pelas 9:00 horas, no Hotel Santa Maria, em Fátima, as suas XVI Jornadas de Ambiente, este ano sob o tema “Construção Sustentável”. A Quercus irá promover a discussão e o debate sobre o rumo indispensável e cada vez mais necessário a ser adoptado pelo sector da construção.

 

A indústria da construção de edifícios desempenha um papel relevante relativamente à economia nacional, pelos investimentos mobilizados, pela participação no PIB e pela formação bruta de capital fixo. No entanto, verifica-se que esta indústria (conjuntamente com as indústrias paralelas produtoras de grande diversidade de materiais de construção) continua a caminhar em sentido contrário à sustentabilidade. Interessa inverter rapidamente esta situação pois, apesar da sua grande capacidade poluente, o impacte ambiental negativo desta actividade pode ser substancialmente reduzido.

 

De facto, a actividade da construção consome cerca de 50% dos recursos naturais disponíveis e produz aproximadamente 40% da totalidade dos resíduos sólidos. Relativamente ao consumo energético (incluindo o consumo relativo à exploração dos edifícios) atinge valores elevados (embora inferiores aos 50% registados nos países mais industrializados), que estão na base das principais emissões de gases que afectam negativamente o ambiente. Tem especial relevância a emissão de dióxido de carbono e de outros gases com efeito estufa, que dão origem ao aquecimento global e às alterações climáticas.

 

A aposta na construção nova em detrimento da preservação, requalificação e reabilitação do existente trás grandes impactes ambientais, conduzindo a que, nomeadamente:

- Exista uma carência de 175 mil alojamentos em Portugal, apesar dos 185 mil alojamentos vagos, (INE 2001); 

- Continue a ocorrer um crescimento urbano excessivo e desordenado;

- Sejam extraídos em meio terrestre, marinho e fluvial grandes quantidades de inertes;

- Ocorram grandes consumos energéticos e emissões excessivas de CO2 e outros poluentes;

- E continuem a ser ocupadas e impermeabilizadas novas áreas de solo importantes para a conservação dos valores e equilíbrios naturais e para as várias actividades humanas. 

 

A Quercus, atenta a esta problemática, reúne nas XVI Jornadas do Ambiente vários intervenientes no processo construtivo, com o objectivo de, através da troca de experiências e partilha de informação, estimular os diferentes actores deste sector a apostar numa construção mais sustentável. Com efeito as estratégias e acções no domínio do ordenamento e planeamento do território, seguidos de uma gestão ambiental apropriada, constituem uma necessidade incontornável. A visão holística, a gestão integrada dos recursos, a eficiência energética e a gestão ambiental, deverão estar presentes em todo o ciclo de vida das construções e determinar as diferentes intervenções práticas neste domínio.

 

Nos diferentes painéis que compõem este Seminário entre arquitectos e empresas responsáveis no processo construtivo sustentável, não foi descurado o papel relevante das Universidades que, relativamente a futuros profissionais, são também responsáveis por uma evolução mais sustentável do sector. 

 

No dia 8 de Abril decorrerá no âmbito destas Jornadas de Ambiente uma visita de campo àquele que foi o prémio DGE 2003 – Eficiência Energética em Edifícios, num exemplo real de uma construção que teve na sua génese os princípios da Construção Sustentável.

 

Com o objectivo de poder ser uma resposta actual a uma exigência crescente da aplicação dos conceitos e princípios da sustentabilidade, pretende-se, através da realização destas Jornadas, debater experiências de uma área de saber ainda por explorar no contexto nacional. 

 

As inscrições para estas jornadas são gratuitas e contam já com uma plateia alargada de participantes de várias áreas, entre as quais estudantes, quadros superiores da função pública e decisores no campo de aplicação desta temática.

 

Lisboa, 6 de Abril de 2006

A Direcção Nacional da Quercus- Associação Nacional de Conservação da Natureza

 

 

 

Share

Quercus TV

       

 

Espreite também a Quercus TV.

 

 

Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb