Quercus assinala Semana Europeia das Abelhas

Parceria europeia para a monitorização dos efeitos dos pesticidas e práticas agrícolas nas abelhas é lançada em Bruxelas, promovida pela EFSA e pelo Parlamento Europeu.

 

A perda de colónias de abelhas domésticas, bem como o declínio de muitas espécies de abelhas silvestres na União Europeia, e noutros lugares do Mundo, suscitam considerável preocupação sobre a saúde e sobrevivência das abelhas, quer ao nível de múltiplas organizações de carácter técnico e científico, quer do público geral. 

 

karsten wurth inf1783 77242 unsplash

 

As abelhas domésticas e silvestres fornecem serviços ecossistémicos essenciais através da polinização de culturas e plantas silvestres, para além de um conjunto de produtos da colmeia, como o mel, pólen, geleia real, cera, apitoxina, entre outros.

 

Durante a Semana Europeia das Abelhas e Polinização de 2017, no âmbito da conferência “Collecting and sharing data on bee health: towards a European Bee Partnership”, patrocinada pelo Parlamento Europeu, decidiu criar-se uma plataforma que reunisse os diversos atores do setor apícola, desde investigadores a apicultores, com o objetivo de contribuir para a sobrevivência das abelhas e de outros polinizadores. 

 

Subsequentemente, foram definidos os termos para o estabelecimento desta parceria europeia, sob os auspícios da EFSA, a Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar. O objetivo da Parceria Europeia para a Abelha é melhorar a recolha, gestão, partilha e comunicação de dados e informação entre os diversos grupos de interesse, de forma a melhor avaliar o estado de saúde das abelhas na Europa. A Parceria irá considerar as abelhas em geral, mas também os abelhões e as abelhas solitárias, bem como outras temáticas como a saúde do mel. 

 

No âmbito da Semana das Abelhas e desta parceria, decorre em Bruxelas um conjunto de encontros científicos sob a temática "Como é que a comunidade agrícola está mobilizada para proteger as abelhas?“, onde está presente a Professora Cristina Amaro da Costa, do Instituto Politécnico de Viseu, também colaboradora como voluntária especialista no Grupos de Trabalho sobre Pesticidas da Quercus.

 

 

Campanha “SOS Polinizadores”

 

Preocupada com esta temática e com o declínio acentuado dos insetos polinizadores autóctones na Europa e em Portugal em particular, a Quercus irá continuar a desenvolver em 2018, numa colaboração com o Grupo Jerónimo Martins, a campanha nacional “SOS Polinizadores”. 

 

Ao longo dos últimos quatro anos, esta campanha contou com diversos parceiros tais como a ADERAVIS e a APIMIL, e dinamizou entre outras iniciativas, dezenas de ações de sensibilização sobre o tema dos polinizadores, junto de agricultores e da comunidade, editou diversos materiais informativos sobre a importância dos insetos polinizadores e tentou sensibilizar políticos e decisores para o peso que os insetos polinizadores, e as abelhas em especial, desempenham no nosso Ambiente e na economia nacional. Em 2018, o tema em destaque desta campanha é a “Apicultura Familiar”.

 

 

Lisboa 26 de Junho de 2018

 

 

 

 

Share
Quercus ® Todos os direitos reservados
Site criado por PTWS Alojamento Web e WebDesign