Quercus lança hoje ação nacional em 12 distritos de Portugal Continental “12 meses / 12 iniciativas”

No início de mais um ano, a Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza, Organização Não Governamental de Ambiente com maior intervenção à escala nacional, e que há 32 anos defende o Ambiente e as populações, lança uma ação nacional denominada “12 meses / 12 iniciativas”. Esta ação, que se vai desenvolver ao longo dos 12 meses do ano de 2018, pretende chamar a atenção para 12 problemas ambientais que ocorrem em território nacional, e para os quais urge encontrar soluções. 

 

Apesar das melhorias que Portugal tem registado a nível ambiental, sobretudo nos últimos 20 anos, em áreas tão diversas como os resíduos, a água ou o tratamento de efluentes domésticos, existem ainda diversos problemas ambientais que teimam em persistir em várias regiões do país. Descargas ilegais de efluentes industriais nos nossos rios, excesso de monoculturas agrícolas intensivas, povoações sem tratamento de esgotos e uma área florestal de eucalipto em expansão, são apenas alguns exemplos que têm provocado impactes gravíssimos no país, tais como a poluição no rio Tejo, a degradação do solo, as vagas de incêndios florestais e o despovoamento do território.

 

Assim, a Quercus decidiu no início deste ano lançar a ação “12 meses / 12 iniciativas”, que pretende chamar a atenção para 12 problemas ambientais que ocorrem em território nacional, e para os quais urge encontrar soluções. Ao longo dos 12 meses do ano, 12 dos 18 Núcleos Regionais da Quercus, com o apoio dos Grupos de Trabalho técnicos da Associação, vão tornar públicas 12 situações ambientais graves na área dos seus distritos, esperando conseguir mobilizar as populações com os seus alertas e exigindo que as autoridades nacionais tomem medidas urgentes para a sua resolução. O calendário das ações a realizar (que terão formatos diversificados e poderão passar por tomadas de posição públicas, ações no terreno ou debates) será a seguinte:

 

MÊS TEMA Distrito / Núcleo Regional
Janeiro Agricultura intensiva Portalegre
Fevereiro Podas excessivas Guarda
Março Pesca do Meixão Viana do Castelo
Abril Utilização de Herbicidas Vila Real
Maio Recursos hídricos Castelo Branco
Junho Área de Eucalipto Ribatejo e Estremadura
Julho Tratamento de efluentes Litoral Alentejano
Agosto Impactes do Turismo Algarve
Setembro Aeroporto de Lisboa Setúbal
Outubro Desertificação Bragança
Novembro Zonas Húmidas Aveiro
Dezembro Consumo excessivo Lisboa

 

A Quercus apela à população para que, no âmbito destas iniciativas, continue a fazer chegar à Associação as suas queixas e denúncias sobre as problemáticas em debate, de modo a que as mesmas possam ser analisadas e enquadradas na ação a desenvolver, tornando públicas as situações mais críticas e exigindo dos decisores políticos medidas mais firmes e corajosas na defesa dos nossos recursos naturais e da qualidade de vida das populações.

 

 

Lisboa, 31 de Janeiro de 2018

A Direção Nacional da Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza

 

 

 

Share
Quercus ® Todos os direitos reservados
Site criado por PTWS Alojamento Web e WebDesign