Quercus pede aos candidatos para retirarem toda a propaganda eleitoral o mais cedo possível após as eleições

A Quercus pediu a todos os partidos para reduzirem do tempo de permanência dos cartazes de propaganda após concluído o período eleitoral, apelando aos mesmos que retirem os cartazes agora que as eleições terminaram, para reduzir o impacte ambiental resultante da degradação dos mesmos com a libertação de lixo para a via pública.

 

 

lixo autarqquicas.jpeg copy

 

 

A lei que regula a propaganda eleitoral não estabelece um prazo para a remoção dos materiais de propaganda e os partidos políticos não tem uma grande preocupação em retirar os cartazes que acabam por permanecer por um período alargado de tempo, após a conclusão do período eleitoral. Face a esta permanência, e aos possíveis efeitos das intempéries, os materiais vão acabar por se degradar e fragmentar em pedaços pequenos que, por efeito do vento, são levados para outros locais, acabando por afetar os ambientes por onde vão passando, como por exemplo as matas ou o meio marinho.

 

A Quercus já tinha manifestado estas preocupações a CNE, com o objetivo de estabelecer um prazo razoável para a retirada dos materiais de propaganda eleitoral, contribuindo para a proteção do ambiente.

Lisboa, 04 de outubro de 2017

A Direção Nacional da Quercus- Associação Nacional de Conservação da Natureza

Share
Quercus ® Todos os direitos reservados
Site criado por PTWS Alojamento Web e WebDesign