Quercus lamenta prolongamento de comercialização e utilização de Glifosato

A Quercus lamenta mas não se surpreende com o prolongamento da licença, por mais cinco anos, do uso de glifosato enquanto substância ativa do herbicida mais usado em Portugal.

 

“Infelizmente, o lobby da agricultura intensiva e industrial continua a ser mais forte. O que é notório nesta votação é que para a maioria dos países da UE são mais importantes os negócios do que o ambiente e a saúde das pessoas” afirma João Branco, presidente da Quercus.

 

A Quercus a par de outras ONG europeias tem alertado para os perigos do glifosato que está classificado desde 2015, pela Agência internacional para a Investigação sobre o cancro, como provável carcinogéneo para o ser humano.

 

agriculture 1359862 960 720

Share
Quercus ® Todos os direitos reservados
Site criado por PTWS Alojamento Web e WebDesign