Dia da Floresta Autóctone – 23 de Novembro Sociedade quer aposta na Floresta Autóctone

florestas com nov 17O Dia da Floresta Autóctone, que se assinala a 23 de novembro, pretende celebrar a conservação das florestas naturais da Península Ibérica e a promoção das espécies de árvores originárias do nosso território. Neste ano de seca e com vasta área ardida, aumentou o reconhecimento da importância da floresta autóctone, pela sociedade.

 

No nosso país, a maior parte das florestas naturais desapareceu ou está já muito alterada, pelo que nunca é demais relembrar a importância destes bosques, em termos ecológicos, económicos e sociais. A preservação dos bosques reliquiais da nossa floresta autóctone é essencial e algumas espécies, mais raras e ameaçadas, devem ser alvo de legislação específica com vista à sua conservação. É fundamental a regulamentação da colheita de cogumelos silvestres e a protecção dos carvalhais autóctones, que estão agora reduzidos a menos de 2% da área florestal, medidas que apesar da reforma da floresta, tardam em surgir.

 

As espécies que compõem os nossos ecossistemas florestais autóctones tais como os carvalhais, os azinhais e os sobreirais desenvolvidos, são espécies adaptadas aos nossos solos e clima, e que se apresentam como bastante resistentes e resilientes aos incêndios florestais.

 

Segundo os dados provisórios do ICNF, até final de Outubro, arderam 442.418 hectares de espaços florestais, no que já é considerado o pior ano de sempre em termos de incêndios florestais. Acresce ainda as áreas agrícolas, aglomerados populacionais e zonas industriais.

 

A Quercus considera que a falta de ordenamento da floresta está associada à escassez de investimento no Mundo Rural, sendo essenciais medidas para o desenvolvimento rural como o fomento a uma floresta autóctone mais resiliente ao fogo e práticas agrícolas sustentáveis que contribuam para a manutenção da população nas aldeias.

 

A Quercus continua a promover projetos para plantação de árvores autóctones, nomeadamente o “Criar Bosques” e o “Floresta Comum”.

 

Estamos também promover uma petição para promover a proteção legal dos últimos carvalhais autóctones de Portugal :Petição - Criação de Legislação para Proteção dos Carvalhais

 

 

Lisboa, 22 de Novembro de 2017

A Direção Nacional da Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza

 

 

 

 

Share
Quercus ® Todos os direitos reservados
Site criado por PTWS Alojamento Web e WebDesign