Alterações climáticas: Quercus torna-se parceira do “Pop Movement” em Portugal

Dr. Pachauri Joao BrancoLisboa, 30 de Maio de 2017 – De visita a Portugal, o cientista indiano Rajendra Kumar Pachauri, fundador e mentor do Movimento Protect Our Planet (POP), irá reunir-se com a Quercus para debater o tema das alterações climáticas, que são atualmente uma das maiores ameaças ambientais e sociais que o planeta e a humanidade enfrentam. A Quercus, associação parceira deste Movimento em Portugal, acredita que é urgente alertar para o problema e considera que este esforço coletivo, e o envolvimento de toda a comunidade, será essencial para criar uma mensagem suficientemente forte para influenciar os decisores políticos e salvaguardar o futuro do nosso planeta.

 

Rajendra Pachauri foi Presidente do Painel Intergovernamental das Alterações Climáticas (IPCC), tendo ocupado o cargo entre 2002 e 2015. Em 2007, recebeu o Prémio Nobel da Paz em nome do IPCC, ano em que também foi distinguido Al Gore, ambos pelo aumento do conhecimento sobre as alterações climáticas.
Este Movimento surgiu com a necessidade urgente de partilhar informações e conhecimentos junto dos jovens relativamente às soluções possíveis para alcançar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável adoptados pela ONU, bem como mitigar as alterações climáticas e adaptarmo-nos aos seus impactos crescentes.

 

A Quercus reforça que, tendo em conta a sua inevitabilidade, a adaptação às alterações climáticas deve ser uma prioridade. É importante reforçar que, a manterem-se as emissões de gases com efeito de estufa nos níveis atuais, dificilmente será possível segurar o aquecimento global do planeta abaixo do limite de 1,5ºC definido no Acordo de Paris como o limite seguro para evitar consequências mais catastróficas.

 

Todo o conhecimento científico a que atualmente temos acesso é sem dúvida mais do que suficiente para, politicamente, acelerar a transição energética necessária. Assegurar um planeta habitável para as próximas gerações, garantir que os países em desenvolvimento mais vulneráveis conseguem fazer face aos impactes já visíveis das alterações climáticas, passa, inevitavelmente, por construir um novo modelo energético onde não tenham lugar os combustíveis fósseis.

 

 

A Direção Nacional da Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza

 

 

 

 

Share
Quercus ® Todos os direitos reservados
Site criado por PTWS Alojamento Web e WebDesign