A World you like


Campanha Um mundo que me agrada, com um clima de que gosto


Campanha de comunicação pan-europeia para combater alterações climáticas

 

 

world you likeArrancou a 8 de outubro de 2012, em Londres, esta campanha de comunicação pan-europeia, criada pela Comissão Europeia em colaboração com mais de 70 organizações de toda a UE, entre as quais a Quercus.

 

Sob o lema «Um mundo que me agrada, com um clima de que gosto», o objetivo é trazer soluções práticas para o centro do debate das alterações climáticas e demonstrar iniciativas que melhorem o bem-estar dos cidadãos europeus, proporcionando-lhes benefícios económicos.

 

 

A campanha

 

A campanha centra-se num sítio Web em breve disponível nas 23 línguas da UE, que constituirá uma plataforma para a participação dos cidadãos, empresas e grupos locais. Estes poderão apresentar, promover e debater as soluções hipocarbónicas que queiram propor e participar ainda num concurso pan-europeu que visa selecionar a solução melhor e mais original.

 

Um elemento serão as parcerias com organizações pautadas pelo mesmo tipo de objetivos. Já se associaram, como parceiros, mais de 70 organizações, nomeadamente associações empresariais, universidades, organizações não-governamentais e entidades públicas. Pretende-se atrair mais parceiros, à medida que a campanha for evoluindo.

 

 

Calendário e contexto


A campanha decorrerá até ao final de 2013 e visa dar a conhecer soluções economicamente vantajosas para alcançar o objetivo, a que a UE se propõe, de reduzir as emissões de gases com efeito de estufa em 80-95 % até 2050.

 

Esta campanha surge no seguimento do «Roteiro de transição para uma economia hipocarbónica competitiva em 2050», que a Comissão apresentou em março de 2011 e no qual se estabelecem vias a percorrer pelos principais setores económicos para reduzir substancialmente as emissões com uma boa relação custo-eficácia. O roteiro mostra que a construção de uma economia hipocarbónica aumentará os investimentos em tecnologias ecológicas e infraestruturas desse tipo, como redes elétricas inteligentes, e reduzirá drasticamente as faturas de importação de petróleo e gás.

 

A médio prazo, no horizonte de 2020, a UE pretende reduzir 20 % as emissões de gases com efeito de estufa, melhorar 20 % a eficiência energética e aumentar 20 % a percentagem de fontes de energia renováveis no mix energético. Atualmente, as emissões da UE situam-se mais de 17 % abaixo dos níveis de 1990.

 

Bons exemplos já existem na UE


Existem numerosos exemplos na União Europeia de soluções inteligentes e inovadoras de redução da poluição por CO2 que contrariam as alterações climáticas e, ao mesmo tempo, melhoram a qualidade de vida das pessoas. Por exemplo, na estação ferroviária central de Estocolmo, o calor corporal gerado pelos passageiros é transferido para um edifício de escritórios próximo, reduzindo, não apenas as emissões, mas também a fatura energética do edifício em 20-25 %. Na Dinamarca, a escola Gedved, em Horsens, poupa 30 000 euros por ano em energia, graças à energia solar. A verba economizada é utilizada na melhoria do ensino.

 

Estas soluções vantajosas a todos os títulos – que permitem poupar dinheiro, ganhar tempo e reduzir as emissões de gases com efeito de estufa.

 

 

Mais informações


Facebook - www.facebook.com/EUClimateAction

Twitter - https://twitter.com/EUClimateAction | hashtag: #worldulike

Sítio Web: http://world-you-like.europa.eu

Lista dos projetos pan-europeus: http://world-you-like.europa.eu/en/success-stories

Sobre o «Roteiro de transição para uma economia hipocarbónica competitiva em 2050» - aqui.

 

 

Share

Quercus TV

 

Espreite também o nosso Canal no VIMEO.

Quercus ® Todos os direitos reservados
Site criado por PTWS Alojamento Web e WebDesign